dez
4
2017

Cenários de Futuro: Machine learning, computação quântica e o futuro das criptomoedas

Existem pelo menos duas tecnologias de computação que podem mudar de forma drástica o nosso nicho de mercado nos próximos anos, a ponto de deixar especialistas preocupados e até mesmo serem uma das premissas das criptomoedas já existente.

Primeiro vamos falar sobre Machine learning, o que diabos é isso e porque você deveria se importar?

Machine learning é o próximo estágio na evolução de inteligência artificial, é o ponto onde a IA não precisa mais ser programada pra fazer as coisas, ela desenvolve um sistema cognitivo e aprende coisas por observação. Recentemente um sistema foi testado em situações de implementação jurídica e já acumula resultados impressionantes entendendo termos jurídicos complexos, navegando conceitos abstratos, baseando interpretações em precedentes jurisprudenciais e formulando argumentações, réplicas, pareceres técnicos e consultorias em tempo recorde. Outro sistema similar aprendeu a buscar sons que combinem com imagem pra fazer a sonorização de filmes, então “vendo” por exemplo um ator fechar uma porta, e não tendo o som, ele busca numa database memórias de portas parecidas, extrai o som, sincroniza com o vídeo, e está ficando cada vez mais eficiente…

Cedo ou tarde essa tecnologia vai chegar ao Trading. IA’s cada vez mais sofisticadas estudarão notícias, reações do mercado, linhas de raciocínio, e em breve seres humanos estarão disputando espaço no mercado com máquinas muito mais capazes, incansáveis e que acumulem as experiências dos melhores no ramo.

Isso é uma realidade contra a qual pouco se pode fazer. Até agora poucas alternativas sequer foram discutidas.

O próximo caso muda a forma essencial de como se processam dados no mundo digital.

Desde os primeiros computadores, trabalha-se com um sistema de zeros e uns, sim vs não, absolutos. A forma de pensar do ser humano é muito mais flexível, e é exatamente isso que a computação quântica se propõe a fazer, lidar com variáveis entre o sim e não, tantas quanto possível, isso multiplica o poder computacional da nossa tecnologia, alterando velocidades de processamento e até mesmo acelerando exponencialmente o próprio Machine learning por exemplo, mineração, talvez até tentativas de hacking e fraudes na Blockchain.

Antecipando esse cenário, os desenvolvedores da IOTA alegam ter feito mecanismos de segurança na criptografia pra tornar a moeda segura contra ataques de computação quântica, mas como os processadores quânticos ainda estão numa primeira geração experimental e os testes com um processador não garantem inerentemente que outro modelo não consiga penetrar a criptografia, vai ser uma guerra de gato e rato, onde podemos apenas desejar que os mecanismos de segurança avancem tão rápido quanto ou mais rápido que as ameaças….

 

Fonte: Criptomoedas Fácil

Sobre o Autor: Danilo M.

Deixe um comentário