dez
13
2017

Litecoin bate recorde de preço com máxima de R$ 1.450 no Brasil

Litecoin, moeda digital que manteve-se por bastante tempo à sombra de outras criptomoedas mais valorizadas, como o Bitcoin, o Ethereum e o Bitcoin Cash, atingiu um novo recorde de preço nesta terça-feira, 12 de dezembro. Na corretora brasileira que comercializa a criptomoeda, a Braziliex, a cotação da altcoin chegou a R$ 1.450. No momento do fechamento desta matéria, ela estava cotada a R$1.110.

Fonte: braziliex.com

O preço da Litecoin chegou a apresentar uma máxima de US$ 341,72 nesta terça-feira, de acordo o índice da ferramenta de dados CoinMarketCap. Isso significa um aumento de 118% em apenas dois dias, já que neste último domingo chegou a ser cotada a US$ 156,39. Até o fechamento desta matéria, a média de preço global da altcoin caiu levemente para US$ 326.

Na última sexta-feira, 8 de dezembro, o volume de negociação da Litecoin superou novo recorde e atingiu US$ 1,5 bilhão em transações em um único dia. Na manhã desta terça-feira, o volume de negócios subiu para US$ 6,2 bilhões.

Além da Litecoin, outras criptomoedas também valorizaram consideravelmente neste mesmo período, inclusive o próprio Bitcoin.

A Litecoin é uma das altcoins mais relevantes do mercado de criptomoedas e foi criada por Charlie Lee, ex-diretor de desenvolvimento da Coinbase. A altcoin foi a primeira a criar uma alternativa ao protocolo do Bitcoin alterando o tempo para a geração de um bloco ou de uma transação, passando a ser de 2,5 minutos, contra os 10 minutos do Bitcoin. Dessa forma, a Litecoin pode transacionar muito mais rápido que o Bitcoin e, portanto, pode lidar com volumes maiores de transações.

 

Fonte: Criptomoedas Fácil

Deixe um comentário